Patati Patuá - o palhaço macumbeiro


Respeitável, público! Eu vos apresento Patati Patuá - o palhaço macumbeiro!

Esse grande palhaço é o mais engraçado! Ele é de rolar de rir! Ele é risível de verdade! Ele é daqueles que tiram o fôlego da gente! As palhaçadas que ele faz... ai, ai, ai! Elas são demais! Patati Patuá, macumbeiro e o melhor palhaço do mundo inteiro!


Patati Patuá é daqueles que não se aguentam! Ele não consegue passar um dia sem fazer uma! Para ele, essa coisa de macumba é um grande circo. Ele gosta mesmo de chegar nos terreiros, nas cabulas e em tudo mais e sair fazendo bobeira! Onde ele bota a mão, sai uma trapalhada! Patati Patuá, o amigão da erêzada!


Patati Patuá muda a maquiagem todo dia. Ora é palhaço de Ogum, ora de Oxalá! Tem dia que é palhaço de Tranca-Ruas e já foi até de Iemanjá! Patati Patuá usa peruca, pois tá sempre de cabeça raspada. Ele inicia uma vez por semana, sempre nas quebrada. O batom na boca nem é batom, é o sangue das galinhas que ele mata. Mas são tantas e tantas, que a pele já tá tatuada.



Patati Patuá monta seu espetáculo sempre numa encruzilhada. É frango, farofa, marafo e charuto pra uma baforada. Ele dá gargalhada, mas não é de Povo de Rua, é de palhaço mesmo, essa é a verdade nua e crua! Patati Patuá diz que é brasileiro, pra justificar a mistura, mas a é verdade é que ele nasceu em Cingapura. Patuá, se danadinho!


Patati Patuá faz amarração com balão de festa. Ele faz adoçamento com brigadeiro. Faz também desobsessão com máquina de peido e banhos com pistola d'água. Patuá tem diploma de palhaço macumbeiro que ele comprou ele mesmo com o dinheiro de seu suor - e isso nem é o pior! Patati Patuá aprendeu a incorporar em curso de correspondência e que ele só incorpore carteiro não é coincidência. Como carteiro é sem graça, ele sempre vira o jogo - ora, é claro que se fazendo de bobo!


Nesses dias minha sobrinha ia fazer aniversário. Chamei o Patuá pra festa no berçário! Patuá chegou na hora, que palhaço mais inglês! Chegou chegando com a maior desfaçatez! Ele estava completamente equivocado. Tava jurando que não tinha nada de celebração. Achou que ia fazer uma queimação. Agora, imagina, as crianças tudo pequenininha testemunhando Patuá abrindo o São Cipriano para a Cabra Preta rezar. Parei ele ali mesmo e pedi outro espetáculo. Patuá não se conteve e quis consagrar pantáculo! Ô Patuá, você é macumbeiro ou sei lá o quê? Ele me disse que aprendeu pantáculo com Pai Ximbinho de Obaluaê...


Patati Patuá sempre causando confusão. O palhaço macumbeiro do nosso coração! Dispensei Patuá, achei melhor deixar para lá. Descobri que ele não tinha nem dois meses de terreiro e já tinha raspado pra panteão inteiro... antes de ser Patati Patuá ele era o Palhaço Pirimpimpim, o rei da magia de Abra-Melin!