20 de fev de 2015

O Regente Astrológico do Ano 2015 - Vênus!

... de acordo com a Astrologia Tradicional


A regência planetária de 2015 demonstra o quando a Astrologia Tradicional às vezes rema contra a maré da Moderna. Ou o oposto. Para a Astrologia Moderna, o regente deste ano astrológico (que começa a partir de março) é Marte. Para a Tradicional, Vênus.

Esta diferença se dá porque às vezes, quando se define a dignidade planetária, encontramos dois planetas competindo tanto que temos que também olhar para a dignidade acidental, e ao tomar estes pequenos cálculos descobre-se que de lugar para lugar haverá diferença em regência. Isso significa que se olharmos para o regente de 2015 para a capital do Brasil, Brasília, no momento em que Áries entra no primeiro grau do Sol, descobriremos que Marte e Vênus estarão igualmente dignos por regência e termo. Nenhum dos planetas está fazendo qualquer aspecto significativo com qualquer outro, e nem é possível encontrar qualquer recepção mútua. Então, aqui, como iguais em dignidade, precisaremos olhar para outros fatores que podem ser usados para definir quem é o mais dominante: Vênus ou Marte. Neste caso é necessário então observar a dignidade ou debilidade acidental.

Então aqui para o Brasil, calcula-se a entrada do Sol em Áries no dia 20 de Março, às 19h45 em Brasília (e usando Regiomontanus), e recorre-se às regras de Lilly (Dorotheus) sobre as casas angulares, que fornecem as dignidades acidentais, e as casas cadentes, que fornecem as debilidades acidentais. O que descobrimos é que Vênus é a regente do ano por dignidade acidental, ou seja, colocada numa casa angular no dia de Vênus, enquanto Marte sofre de debilidade acidental, sendo encontrado na sexta casa e assim, levemente enfraquecido pela posição e perdendo a regência para Vênus. Na entrada do Sol em Áries para Nova Iorque, teremos sim, Marte, mas definitivamente para o Brasil, Vênus é quem manda.

Nenhum comentário: