10 de dez de 2014

Hino Órfico ao Daemon, ou Gênio Pessoal





Tu, poderoso governante, pavoroso Dæmon, eu chamo,
Suave Jove, que dá vida e é a fonte de todos:
Grande Jove, tão vagante, terrível e forte,
A quem vingança e torturas terríveis pertencem.
A partir de ti a  humanidade em profusa riqueza abunda,
Quando te encontras alegre em suas habitações;
Ou passa através da vida aflito e sofredor,
Os necessitados meios da felicidade são por ti suprimidos.
Tu és, sozinho, dotado de poder ilimitado,
A manter as chaves da tristeza e alegria.
Oh santo, abençoado pai, ouve a minha prece,
Dispersa as sementes dos cuidados que consomem a vida;
Com mente favorável aos ritos sagrados compareça,
E dai aos meus dias um glorioso e abençoado final.


Tradução Katy de Mattos Frisvold (do original em inglês em SacredTexts.com)

Nenhum comentário: